Vale espera encontrar comprador para a mina de carvão de Moatize ainda neste ano

0 106

- Publicidades -

A mineradora Vale pretende fechar o processo relativo à identificação de um comprador para a sua mina de carvão de Moatize até ao final deste ano, “num movimento contínuo para atingir um portefólio mais enxuto”, disse o CEO da Vale, Eduardo Bartolomeo. “Já fizemos duas visitas ao local e há mais entidades que estão com visitas agendadas”, disse o gestor numa entrevista, há dias, realizada virtualmente durante o Financial Times Mining Summit.

A Vale finalizou no início do ano uma reforma em Moatize, estando nesta altura a uma taxa de 15 milhões de toneladas ao ano e deve receber equipamentos para actualizar para 18 milhões de toneladas/ano até o final do ano. A mina produz carvão metalúrgico e térmico.

A mineradora brasileira desinvestiu seus activos de ferroliga de manganês no Estado de Minas Gerais, Brasil, há duas semanas, após o desinvestimento de seu projecto de níquel e cobalto em Nova Caledônia. “Moatize é o próximo”, garantiu o CEO da Vale.

Posteriormente, a empresa também planeia alienar suas participações nas siderúrgicas California Steel Industries (CSI) e na Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), no nordeste do Brasil, segundo informações apresentadas por Bartolomeo no evento.

Refira-se que apesar da operação de venda em curso, a operação da Vale em Moçambique irá manter-se ao longo de 2022.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.