Uma mulher executiva de alto nível

A CMA CGM acredita muito no potencial do mercado moçambicano e investe cada vez mais no país. Quem assim o diz é Neusa Marcelino, directora-geral da CMA CGM Moçambique, que também nos conta como uma mulher pode tornar-se uma executiva de alto nível numa indústria normalmente dirigida por homens.

0 139

Como directora-geral da CMA CGM em Moçambique, também responsável pelas agências do Malawi, Zâmbia e Zimbabwe, pode falar-nos mais sobre o grupo?

A CMA CGM foi fundada em Marselha há quarenta anos, por Jacques Saadé. Hoje é dirigida por Rodolphe Saadé e é um dos principais grupos de navegação do mundo. Está presente em mais de 160 países através da sua rede de mais de 755 agências, uma frota moderna e diversificada de 504 embarcações. Conta com mais de 30.000 funcionários em todo o mundo.

Em 2017, a CMA CGM confirmou sua liderança operacional e financeira no sector ao apresentar sólidos resultados financeiros: um crescimento significativo de volumes transportados, com quase 19 milhões de contentores transportados (+ 21,1%), bem como um aumento muito forte da receita, que ultrapassou a marca de US $ 20 biliões pela primeira vez, alcançando US $ 21,12 biliões (+ 32,1%).

Hoje, o grupo encontra-se a preparar o futuro com o lançamento de projectos estratégicos para fortalecer o seu desenvolvimento, como parte da estratégia de Rodolphe Saadé. Que negócios a CMA CGM desenvolve no mercado moçambicano?

A CMA CGM está envolvida no desenvolvimento das actividades marítimas em Moçambique, com foco em carga contentorizada, projectos e carga com grandes dimensões. O nosso grupo tem a ambição de investir não só nos serviços e ligações internacionais, mas também na cabotagem nacional e, especialmente, nos terminais portuários e no desenvolvimento dos corredores interiores que ligam os países vizinhos. Em termos de perfil, o foco no cliente é o que impulsiona as nossas operações do dia-a-dia, pois a experiência de embarque vem depois do transporte da carga. E, uma vez que cada cliente é particular e importante para nós, cada serviço prestado é cuidadosa e meticulosamente concebido para oferecer uma solução precisa e personalizada que caracteriza o nosso “modus operandi” em todo o mundo e também marca o nosso sucesso no mercado de Moçambique.

A agência CMA CGM Moçambique tem 68 funcionários e possui escritórios localizados nos três principais portos do país: Maputo, Beira e Nacala. Desde a sua abertura em 2009, a CMA CGM vem crescendo rapidamente no país e agora está em segundo lugar na distribuição de participação de mercado.

Em Moçambique, a CMA CGM oferece chamadas semanais graças a dois serviços de linhas directas, Extremo Oriente e Médio Oriente, e um serviço de transporte marítimo de curta distância, ligando Moçambique à África do Sul. Moçambique beneficia da sua localização estratégica para conseguir muitos desafios logísticos para uma vasta gama de produtos, incluindo produtos agrícolas como o chá, tabaco, algodão e ervilhas do Malawi, ou transporte de mineração da Zâmbia, Zimbabwe e RDC.

O que guiou a decisão do grupo de entrar no mercado moçambicano e qual é a sua perspectiva de crescimento em termos de volume de negócios?

Moçambique está estrategicamente localizado na região da África Oriental, com vários portos servindo de porta de entrada para vários outros países sem acesso ao mar, e é geralmente um país aberto ao investimento e de fácil estabelecimento de empresas estrangeiras, às quais oferece várias oportunidades de desenvolvimento e negócios. Na altura em que o grupo decidiu investir mais em Moçambique, o país tinha uma das economias que mais cresciam em África e continuamos a acreditar firmemente no seu potencial para o crescimento da indústria local devido ao promissor ambiente de negócios e a vários próximos projectos. Além disso, o governo está constantemente disposto e engajado no desenvolvimento de infra-estruturas para facilitar o transporte e o crescimento do sector dentro e através do país. Se olharmos para trás, há 10 anos, muita coisa mudou nesse sentido e para melhor. Todos esses factores e outros tornam Moçambique muito atractivo para empresas como a nossa.

A CMA CGM lançou recentemente um serviço extra em Moçambique, ligando Moçambique directamente aos países do Médio Oriente, para oferecer uma capacidade de transporte adicional e um tempo de trânsito rápido, a preços muito competitivos. Este serviço está no topo da nossa ligação directa existente com os países do Extremo Oriente, que tem sido um grande sucesso no mercado local há anos. Para completar ainda mais a cadeia de abastecimento, o grupo também investiu numa plataforma logística local na Beira, para servir o corredor interior, e continua interessado em replicar o investimento noutras localizações estratégicas do país como cluster.

Acreditamos que as demandas de negócios e volume continuarão a crescer.

Como mulher moçambicana e como directora-geral da CMA CGM Moçambique, quais são os principais desafios que enfrenta e que objectivos quer alcançar?

Ser moçambicana e mulher não constitui um grande desafio para o meu trabalho. Hoje, tenho o prazer de evoluir dentro de um grupo onde as mulheres representam 43% da força de trabalho. Por muitos anos, o grupo tem-se comprometido em promover a paridade profissional por meio de diversas acções em relação à política de recrutamento, promoções internas, treinamento.

Eventos especiais são organizados regularmente em todos os escritórios do grupo, bem como momentos de troca, para sempre propor novas acções. Apesar de operar numa indústria que ainda é predominantemente dominada por homens, muito tem sido e está sendo modificado nos dias de hoje, o que torna as diferenças de género quase obsoletas. No Dia Internacional da Mulher, as funcionárias do grupo lançaram a campanha #WeAreShipping para dizer que o transporte marítimo não era uma indústria exclusivamente masculina. Esta campanha foi rapidamente transmitida por toda a indústria. No lado da família, é importante ser capaz de equilibrar as coisas, pois estou frequentemente fora de casa em tarefas profissionais. Apesar de operar numa indústria que ainda é predominantemente dominada por homens, muito tem sido e está sendo modificado nos dias de hoje, o que torna as diferenças de género quase obsoletas.

O cluster de Moçambique, compreendendo Moçambique, Malawi, Zâmbia e Zimbabwe, é estrategicamente importante para o grupo, que tem metas ambiciosas para investimento e desenvolvimento nesta área. Em termos de metas, a minha maior ambição é aumentar ainda mais a presença do nosso grupo na região e definir o cluster de Moçambique como um modelo em termos de desempenho, organização e eficiência em todos os nossos departamentos funcionais.

Conte-nos sobre o seu perfil profissional.

Comecei com 22 anos, directo da Faculdade de Economia para a indústria marítima, onde passei por várias posições ao longo dos anos e desenvolvi experiência em áreas como Comercial – Vendas e Marketing, Gestão de Relacionamento com Clientes, Segmentação de Clientes e Mercado, Desenvolvimento de Negócios, Atendimento ao Cliente e Gestão do Atendimento ao Cliente, Gestão de Projectos, Liderança, “Coaching” e Treinamento.

Completei os meus estudos com uma pós-graduação em Economia e Liderança.

Há três anos, decidi abraçar um novo desafio na CMA CGM, como directora nacional de Vendas e, desde então, fui designada para outras funções e responsabilidades dentro do grupo antes do meu cargo actual.

No geral, defino-me como uma pessoa extrovertida que gosta de aprender coisas novas e conhecer pessoas e lugares. Gosto de desafios e actividades desafiadoras, o que me ajuda a superar os meus limites. Acima de tudo, vivo na base de valores como humildade, tento entender as minhas próprias fraquezas e encontrar maneiras de superá-las para o auto-desenvolvimento.

Acredito nas pessoas e trabalho em equipa como forma de ganhar campeonatos. Sendo uma pessoa orientada para os resultados, esforço-me para aprender e melhorar continuamente com o objectivo de desenvolver a minha carreira profissional dentro do meu campo e outros.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com