Total garante o financiamento para o projeto de gás natural em Moçambique

0 77

- Publicidades -


A empresa francesa Total garantiu um financiamento de 14,4 mil milhões de dólares americanos para o seu projeto de gás natural liquefeito em Cabo Delgado, Moçambique, escreve a Reuters.


A agência Reuters apurou ainda que a Total chegou a um acordo com um grupo que inclui cerca de 20 credores para a primeira fase do financiamento de 14,4 mil milhões de dólares.


Por outro lado, foi anunciado que a Total deverá assinar um financiamento de 15 mil milhões para o projeto, em junho, com um grupo de 20 bancos, incluindo o Rand Merchant Bank, Standard Bank Group Ltd. e Societe Generale SA, na assessoria financeira.


Trata-se da primeira e mais significativa fase do compromisso de financiamento do projeto de GNL que será o maior investimento privado de África até agora que envolve credores, incluindo os cerca de 20 bancos


Prevê-se que produção de gás natural liquefeito inicie em 2024.


O chamado projeto de GNL da Área 1 gerará cerca de US $ 38 bilhões em receita para o governo moçambicano, de acordo com uma previsão do Ministério das Finanças. Isso será complementado pelas vendas de um projeto ainda maior, liderado pela Exxon Mobil Corp. e planeado no bloco vizinho offshore da Área 4.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.