Portos moçambicanos levam cobre e cobalto do Congo para a China

0 25

- Publicidades -


A China Molybdenum Co está a enviar cobre e cobalto da República Democrática do Congo para a China através de portos em Moçambique, avançou um porta-voz da mineradora.


De acordo com a Reuters, a China Moly, que opera a mina de Tenke Fungurume, na República Democrática do Congo, teve de mudar de planos logísticos após a África do Sul ter limitado os seus portos a bens essenciais.


A empresa chinesa está a enviar cobre e cobalto através de vários pequenos portos em Moçambique, de Dar es Salaam, na Tanzânia, e de Walvis Bay, na Namíbia, revelou a agência noticiosa.


Segundo um comunicado enviado pela China Moly à Bolsa de Valores de Xangai, as vendas de hidróxido de cobalto, usado para produzir baterias para veículos eléctricos, atingiram no primeiro trimestre 5.334 toneladas, mais 49,3 por cento do que em igual período de 2019.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.