PHC software apresenta novidades ao mercado

0 100

- Publicidades -

A PHC Software, multinacional especializada no desenvolvimento de ferramentas inovadoras de gestao, acaba de lançar a nova versao ̄o do seu software de gestao, PHC CS, como resposta ¢s necessidades inerentes e ¢s especificidades de diferentes mercados, anunciou a empresa em comunicado.
Com novas funcionalidades adaptadas a diferentes geografias, a versao 26 do PHC CS aposta na mobilidade e na conectividade, estando mais completa e preparada para ser usada em qualquer lugar, dispositivo e para responder ¢s especificidades legais de cada pais onde a empresa tem actividade.
Em Moçambique, a mais recente versao do PHC CS traz uma serie de novidades para ajudar as empresas a serem mais competitivas. Entre as quais a utilização de mapas de vendas e compras, mais possibilidades de exporta￧ ̄o de ficheiros para Excel ou maior adapta￧ ̄o a realidades globais, como a adapta￧ ̄o a diferentes fusos horarios na agenda, sendo estes exemplos do crescimento do produto enquanto solução completa e adaptada ¢s necessidades das empresas moçambicanas, le-se no comunicado.
Para Rogério Canhoto, Chief Business Office da PHC, “￉ para as boas praticas de gestao e simplifica￧ ̄o da vida das empresas que desenvolvemos todos os dias software espectacular. Com este lançamento sao mais de 80 novidades que v ̄o facilitar a vida dos gestores e acelerar os processos das empresas.”
O comunicado refere ainda que no seguimento do crescimento global da PHC, também sao apresentadas novidades que preparam o software para outras necessidades locais, como a prepara￧ ̄o do software para trabalhar com o IVA em Angola, o selo SVAT em Portugal, a automatiza￧ ̄o e simplifica￧ ̄o da comunicação de faturas ao Sistema de Informaci￳n Inmediata del IVA (SII) em Espanha, ou a comunicação automática de faturas eletro￳nicas via o operador peruano Efact.
“O crescimento global da PHC ← o motor deste lançamento, com o qual a empresa d£ resposta ¢s necessidades dos seus clientes em diferentes mercados, permitindo que as empresas continuem a obter ganhos competitivos na sua gestao, que permitam aumentar a rentabilidade da sua actividade”, frisou Rogério Canhoto.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.