Parceria entre Absa Bank Moçambique e MFW promove o trabalho de Estilistas Moçambicanos

0 72

- Publicidades -

Um grupo de mais de 18 estilistas moçambicanos, na sua maioria mulheres, terá, a partir do próximo dia 3 de Julho, as suas criações expostas no Balcão Premier do Absa Bank Moçambique, no âmbito de uma parceria entre o Banco e o Mozambique Fashion Week (MFW).

Esta será a maior montra de moda moçambicana no País, com uma exposição que terá a duração de três meses, as duas entidades pretendem promover o trabalho de estilistas nacionais e proporcionar-lhes uma montra inédita para exposição das suas criações numa fase em que os desfiles e eventos de moda foram cancelados com o objetivo de minimizar a potencial propagação do surto de Covid-19.

Sob o Lema “Africanicidade”, a exposição, inspirada num conceito bastante criativo, que evidencia a promoção do conteúdo local, vai exibir peças de roupa, adereços, acessórios e outros detalhes da moda moçambicana a um público vasto, desde clientes a meros curiosos, de forma completamente democratizada.

A iniciativa sucede a uma outra exposição artística levada a cabo pelo Absa Bank Moçambique, entre os meses de Abril e Junho, com o objectivo de apoiar as artes e cultura e permitir que as mesmas fiquem disponíveis para o público em geral integrar atividades adaptadas à nova realidade que [se vive], recorrendo a profissionais das artes que tenham visto cessar as suas atividades e empregos por causa da Covid-19.

Rui Barros, Administrador Delegado do Absa Bank Moçambique reitera que “o Banco está comprometido em encontrar formas de apoiar artistas e instituições culturais durante a pandemia da Covid-19 garantindo que todos possam permanecer em contato com as artes e cultura do nosso País”.

O Banco irá igualmente lançar num futuro breve, uma exposição online através das suas redes sociais e a convidar artistas a apresentar o trabalho que produzem durante o confinamento para posteriormente expor no Balcão Premier e nas redes sociais. “Agora, mais do que nunca, as pessoas precisam de cultura”, disse Rui Barros “A cultura transforma-nos tornando-nos mais resilientes. Dá-nos esperança”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.