Nacala Logistics investe em programas de protecção ambiental

0 44

- Publicidades -


Para assinalar o Dia Mundial do Ambiente, 5 de Junho, a Nacala Logistics realiza, hoje, uma palestra online sobre “Mineração, logística e conservação da biodiversidade”. A sessão conta com a participação de todos os colaboradores da Nacala Logistics ao longo do Corredor Nacala, diz um comunicado de imprensa daquela instituição portuária.


A iniciativa enquadra-se na política de sustentabilidade que a empresa desenvolve, promovendo junto dos seus colaboradores, boas práticas ambientais. De acordo com a nota de imprensa, só nos últimos meses, a Nacala Logistics plantou cerca de 40.500 árvores nativas e exóticas, abrangendo uma área de 4.83 hectares ao longo de todo o Corredor de Nacala. A empresa procedeu ainda ao repovoamento de mangal em Nacala, numa extensão de 6.23 hectares. A iniciativa tem como objectivo a recuperação de áreas degradadas, de forma a manter o equilíbrio ecológico e de mitigar o impacto das operações no meio ambiente. A campanha de plantio envolve trabalhadores, escolas e comunidades locais.


“A preservação da natureza faz parte dos valores da empresa, apostando no desenvolvimento sustentável local e na realização de campanhas de educação ambiental para os seus colaboradores, nomeadamente no que toca à separação selectiva de resíduos gerados nas operações, plantio de mudas, repovoamento do mangal, uso racional dos recursos e limpeza das praias, entre outras iniciativas”, lê-se no comunicado.   


O documento destaca ainda que a Nacala Logistics realiza estudos e faz também o controlo e a monitorização da biodiversidade marinha de grande porte na baía de Nacala, de forma a poder perceber se existem eventuais impactos resultantes das operações no Porto de Nacala. Nos últimos tempos têm sido avistados mais animais marinhos de grande porte na baía (148 golfinhos e 10 baleias), um sinal bastante positivo de que a cadeia de logística está em harmonia com o meio ambiente. 


No que concerne à logística de carvão, desde a mina de Moatize, em Tete, até ao Complexo portuário, em Nacala-à-Velha, a todos os vagões são aplicados o polímero para evitar a emissão de partículas durante o referido percurso. No porto, o processo de descarga, armazenamento e embarque do carvão está sujeito ao processo de aspersão para evitar, também, a emissão de partículas para o meio ambiente. 


O Dia Mundial do Meio Ambiente foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 1972, com o objetivo principal de chamar a atenção para os problemas ambientais e para a importância da preservação dos recursos naturais.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.