Nacala Logistics envolve estudantes e comunidades na restauração de mangais  

8.404

- Publicidades -

 

 

Para assinalar a passagem do Dia Mundial do Ambiente, comemorado a 5 de Junho, a Nacala Logistics promoveu uma iniciativa para o reflorestamento dos mangais de Nacala-à-Velha.

 

Levada a cabo na sexta-feira, 4 de Junho, a acção tem como objectivo a restauração da biodiversidade dos mangais, que por diversas razões foi destruída pela própria comunidade.

 

Para além do plantio de mais de 200 mudas, a empresa recebeu estudantes oriundos de escolas da província de Nampula que participaram de uma sessão de educação ambiental, realizada no Cine-Teatro Ambiental da Nacala Logistics.

 

Para Paulo Bueno, Gerente de Meio Ambiente da Nacala Logistics, o envolvimento dos alunos nesta iniciativa baseia-se no princípio de que os mais novos são o futuro do planeta, daí a importância de apostar na educação ambiental desde a fase escolar. “Em conjunto podemos tornar o mundo um lugar melhor para as futuras gerações. Por isso, no quotidiano, a Nacala Logistics actua em linha com as melhores práticas ambientais da indústria”, acrescentou Paulo Bueno.

 

O mangal é um importante habitat de várias espécies de peixes e mariscos, sendo usado como local de reprodução. A saúde do mangal tem impacto significativo na pesca sustentável e na vida das comunidades.

 

Desde o início das suas operações, a Nacala Logistics tem estado a investir em recursos e tecnologias para a preservação do meio-ambiente e de espécies nativas, na sua zona de intervenção. Em Abril, a Nacala Logistics viu o seu trabalho reconhecido em resultado de um estudo da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), sobre os Recursos Marinhos e Costeiros em Moçambique, que considera a Baía de Nacala um local de referência pelo potencial do seu ecossistema mari