Moza Banco considerado o melhor banco regional da África Austral

0 26

- Publicidades -

O Moza Banco foi recentemente eleito o melhor Banco regional da África Austral num evento que premeia os melhores intervenientes do sector no continente em cada ano. Este ano a cerimónia aconteceu virtualmente devido a limitações criadas pela Covid-19.

As distinções são promovidas pela African Banker Magazine com o alto patrocínio do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) e visam fundamentalmente enaltecer as realizações de empresas e indivíduos que contribuem para a transformação e desenvolvimento do sector financeiro ao nível do continente africano.

Outrossim, tem por objectivo reconhecer os esforços empreendidos por aqueles que têm impulsionado o crescimento e o desenvolvimento criando, deste modo, novas oportunidades económicas para cidadãos e comunidades em todo o continente.

Foi neste contexto que o Moza Banco foi distinguido como o melhor a nível da região austral do continente africano. Pesou para esta distinção a extraordinária evolução dos indicadores da actividade comercial que o Banco tem vindo a registar, a expansão da rede de balcões, a qualidade de serviço prestado, consubstanciada pela disponibilização de produtos e serviços de valor acrescentado para os Clientes e o mercado alargado.

O Presidente do Conselho de Administraçáo do Moza Banco, João Figueiredo, mostrou a sua satisfação pela distinção da instituição que dirige, destacando o facto de ser uma premiação à toda família Moza e ao País. “É para nós, como moçambicanos e como parte integrante do Moza Banco, um motivo de grande orgulho”.

“Gostaria de manifestar o nosso reconhecimento e agradecimento a todos aqueles que têm contribuído para a consolidação e crescimento do Moza Banco, e que são os verdadeiros “obreiros” deste prémio, em especial aos Colaboradores, pela forma empenhada e profissional como têm conduzido a sua missão, aos nossos Clientes por manterem a sua confiança nesta Instituição, aos nossos Accionistas por todo o suporte que nos têm concedido e ainda às Autoridades de Supervisão e Governamentais pela disponibilidade e suporte no processo que o Banco tem vindo desenvolver”.

João Figueiredo destacou ainda o momento em que este prémio chega ao Moza Banco, que é “um momento tão difícil para a humanidade, com a pandemia da Covid-19”, por isso tomou o momento para afirmar que “estaremos e continuaremos todos juntos das nossas autoridades e dos nossos governantes no sentido de combatermos esta forte pandemia que assola a humanidade.”

Refira-se que além da categoria de “Melhor Banco Regional”, na qual o Moza Banco concorreu e sagrou-se vencedor, o respectivo PCA, estava entre os 5 finalistas ao prémio “banqueiro do ano”, o qual já antes tinha ganho em 2013.


 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.