MICOMOC é uma empresa a ter em conta

Uma empresa gerida por um jovem empresário decidiu fazer diferença no aproveitamento das oportunidades criadas pelas multinacionais da indústria extractiva. Ela fornece equipamento industrial e decidiu adquirir uma fábrica na África do Sul para minimizar os custos e controlar toda a cadeia, desde a produção até à entrega.

0 428

Trata-se da MICOMOC (Muiuane Investimento e Consultoria de Moçambique), uma empresa cujo core business é a logística e fornecimento de equipamento industrial para os sectores petrolífero, energético e portuário. Isto mostra que as pequenas e médias empresas (PME) nacionais estão ávidas em constar do cadastro de fornecedores das multinacionais do sector extractivo.

Milvan Muiuane, director-geral da companhia, conta que a MICOMOC foi concebida precisamente para lidar com o sector privado. Por isso, o primeiro cliente da empresa foi a Aggreko, a maior companhia de aluguer de geradores do mundo, tendo sido desafiada a fornecer 500 uniformes em apenas quatro dias. Com esta encomenda, a MICOMOC virou referência dada a qualidade do equipamento fornecido, e a carteira de clientes começou a crescer.

Depois da Aggreko veio a Gigawatt, e hoje a empresa fornece uniforme, cintas, rolamentos, entre outros consumíveis a grandes empresas como a Vale Moçambique, ICVL, Corredor Logístico do Norte e Açucareira de Xinavane. Para manter e melhorar os serviços, “criámos uma relação de familiaridade com os nossos clientes, sendo eles que abrem portas para novos desafios”, revelou Muiuane.

Entretanto, para alcançar este patamar a empresa experimentou algumas dificuldades. Uma delas foi a falta de dinheiro para cumprir com algumas encomendas. Aliás, a questão do financiamento continua a ser um dos grandes constrangimentos enfrentados pelas PME.

Outro elemento não menos importante é o aturado processo de escrutínio a que a empresa se sujeita para fazer parte de alguns cadastros, como é o caso da Vale e da ENI. É que algumas empresas não negoceiam com empresas ou pessoas politicamente expostas, quando há risco de serem financiadas com dinheiro que é fruto de corrupção.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com