Governo quer acabar com a entrada de produtos fora dos padrões exigidos

86

- Publicidades -

O Governo, através do Instituto Nacional de Normalização de Qualidade, quer acabar com a entrada de produtos fora dos padrões de qualidade exigidos no país.

É neste contexto que o INNOQ está a implementar o programa de avaliação da conformidade dos produtos que o país importa, ao abrigo do Regulamento de Normalização e Avaliação da Conformidade.

O Ministro da Indústria e Comércio, Silvino Moreno, citado pela Rádio Moçambique (RM) diz que, para a implementação do programa, o governo seleccionou, através de concurso público, a empresa Intertek Internacional, visando avaliar a conformidade dos produtos importados no país.

Silvino Moreno explicou que esta é uma prática comum e necessária, dado que preserva a saúde pública e o meio ambiente.

Para o Director do Instituto Nacional de Normalização de Qualidade, Geraldo Albazine, o programa em implementação vai contribuir para a redução da importação de mercadorias e incentivar a produção interna de alimentos fortificados.

De acordo com a RM, o programa de avaliação da conformidade de produtos importados pretende reduzir o índice de desnutrição crónica, bem como acabar com a importação de produtos que não respondem aos padrões de qualidade exigidos no país.