Governo moçambicano pondera rever restrições para abertura de empresas

0 62

- Publicidades -


O Ministro da Indústria e Comércio, Carlos Mesquita, prometeu levar ao conselho de ministros uma proposta que abrande restrições na constituição de empresas durante o período de estado de emergência que vai até 30 de Maio.


Carlos Mesquita visitou o Balcão de Atendimento Único – BAU, da cidade de Maputo, para se inteirar do processo de rotatividade dos funcionários. “ A introdução da rotatividade vai permitir a prestação de serviços mínimos aos cidadãos, que se veem, neste momento, impossibilitados de constituir empresas enquanto vigorar o estado de emergência no país. Temos que pensar na pertinência da paralisação dos serviços do BAU ou relaxar algumas medidas porque há cidadãos que pretendem constituir empresas, até para o fabrico de produtos essenciais ao combate do Covid-19”, explicou.


O governante prometeu levar esta proposta ao conselho de ministros para apreciação, uma vez que “a vida não parou e temos que olhar para aspectos que tem a ver com o desenvolvimento da nossa economia mas respeitando de combate a esta pandemia”.


Além do BAU, o ministro visitou também a Direção de Industria e Comercio da Cidade de Maputo, onde se inteirou do seu funcionamento e desafios.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.