Governo de França apoia Moçambique  com 100 mil doses da vacina da AstraZeneca contra a COVID-19  

1.452

- Publicidades -

 

 

O governo francês doou 108 mil doses da vacina da AstraZeneca contra a COVID-19 a Moçambique, fortalecendo o programa de vacinação do país.

As 108 mil doses foram entregues ao Ministério da Saúde (MISAU) de Moçambique através da iniciativa global COVAX. A COVAX, que é co-liderada pela CEPI, pela GAVI, a Aliança de Vacinas, e pela Organização Mundial da Saúde, é uma iniciativa global que reúne governos e fabricantes para garantir que as vacinas contra a COVID-19 estão disponíveis em todo o mundo, para os países de alta e de baixa renda.

O donativo servirá para reforçar o Plano Nacional de Vacinação do MISAU, que já realizou duas fases de vacinação a grupos prioritários, como profissionais de saúde, professores do ensino primário e também idosos.

O Ministro da Saúde de Moçambique, Armindo Tiago, enalteceu a importância deste donativo, considerando que estas vacinas são de vital importância para o país e vão contribuir para uma melhor resposta no combate à pandemia.

O Embaixador da França em Moçambique, David Izzo, garantiu que a França continua comprometida em colaborar nos esforços globais para ajudar Moçambique, os seus cidadãos e outros países africanos, a alcançar os seus objectivos de vacinação. O donativo de vacinas da AstraZeneca a Moçambique persegue o objectivo de uma distribuição equitativa de vacinas a nível global. A França compromete-se a doar 60 milhões de doses nos próximos meses.

Barbara Nel, Presidente da Região de África da AstraZeneca, afirmou: “A chegada de 108 mil doses da vacina da AstraZeneca contra a COVID-19 a Maputo é uma boa notícia para o povo moçambicano”.

“Em nome da AstraZeneca, gostaria de agradecer ao governo francês e aos nossos parceiros da coalizão COVAX, à Organização Mundial da Saúde, à GAVI, à CEPI e à UNICEF por tornarem este acto possível”.

“Até à data, a vacina da AstraZeneca contra a COVID-19 é responsável por mais de 90% das vacinas na iniciativa COVAX, com mais de 80 milhões de doses entregues a 127 países participantes, incluindo mais de 38 países africanos”.

“Todos os parceiros da aliança de vacinas estão a trabalhar dia e noite para garantir que o maior número possível de vacinas contra a COVID-19 cheguem às nações africanas o mais rápido possível. A chegada a Moçambique, hoje, demonstra o valor dos governos, indústria e outros trabalharem juntos para atender às necessidades urgentes do nosso continente”.