Geofizyka Toruń conclui estudo sísmico 2D, para Sasol na província de Inhambane

0 29

- Publicidades -

Geofizyka Toruń concluiu um estudo sísmico 2D para a Sasol em Moçambique, demonstrando que a exploração no estado da África Oriental está progredindo, apesar de algumas perturbações decorrentes do coronavírus.

A empresa polonesa, subsidiária da PGNiG, disse que concluiu suas filmagens no bloco PT5-C, na província de Inhambane, tendo acrescentado ainda que as suas actividades iniciaram em abril de 2019, com trabalhos de remoção de minas que envolveu a aquisição de mais de 2.000 km de sísmica 2D.

Geofizyka Toruń descreveu as condições como “exigentes”, mas disse que o trabalho foi realizado com segurança, sem incidentes com perda de tempo.

A empresa trabalha em projetos para a Sasol em Moçambique desde 2016. Adquiriu 145 km de 2D e 162 km2 de 3D nas licenças Inhassoro Central, Inhassoro South e Pande.

Relatórios no Nowosci da Polônia, em meados de maio, disseram que alguns dos funcionários de Geofizyka Toruń estavam presos em Moçambique por causa de restrições de viagens ao coronavírus.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.