Galp apoia 20 mil deslocados em Pemba com gás de cozinha e combustível

673

- Publicidades -

 

 

A Galp Moçambique está a fornecer gás de cozinha e combustível para apoio a milhares de famílias moçambicanas deslocadas em Pemba, capital de Cabo Delgado, através das diversas iniciativas desenvolvidas no terreno pela plataforma Makobo, que dinamiza actividades de apoio social alavancadas na distribuição de refeições.

A plataforma Makobo tem em curso diversos programas inovadores que associam a distribuição de refeições a iniciativas cívicas, abrangendo um universo de cerca de 20 mil pessoas. Uma das iniciativas é a entrega de refeições contra a recolha de resíduos plásticos no Bairro Josina Machel, o mais populoso da cidade de Pemba.

Em parceria com a Universidade Católica, a Makobo está igualmente a promover a campanha Caravana Jurídica que, também com o incentivo das refeições, já permitiu o registo de mais de oito mil deslocados que abandonaram as suas áreas de residência na sequência dos ataques, sendo que cerca de 60% nunca tinha tido bilhete de identidade.

“Procuramos apoiar projectos que, além da entrega de bens essenciais, dinamizem igualmente iniciativas de integração social,” explica Paulo Varela, CEO da Galp Moçambique. “No projecto Makobo, as refeições são muito mais do que o alimento que é servido a quem dele necessita,” acrescenta.

A oferta de combustível e de garrafas de 45 kgs de GPL pela Galp permite a preparação de refeições destinadas às pessoas que se encontram reassentadas no Distrito de Metuje, a cerca de 35 quilómetros de Pemba, e também no acampamento 25 de Junho, o qual acolhe mais de 5.300 famílias.

De acordo com Ruy Santos, fundador da plataforma Makobo, “o apoio da Galp permite garantir a sustentabilidade das operações, dados os custos do combustível usado para a distribuição dos bens alimentares e de primeira necessidade, assim como os do gás de cozinha, que seriam incomportáveis dado o volume consumido, o qual pode ultrapassar as 20 garrafas de gás por mês,” contabiliza.

O apoio da Galp visa contribuir para a melhoria do quotidiano das muitas pessoas que, por causa da insegurança resultante da insurgência em Cabo Delgado, foram obrigadas a fugir das suas casas, deixando tudo para trás e passando a viver numa situação de grande vulnerabilidade, sem meios para garantir as necessidades quotidianas básicas.