Fundação Galp renova apoios às actividades de responsabilidade social e corporativa  

385

- Publicidades -

 

A Galp e a sua Fundação formalizaram a renovação do apoio às actividades desenvolvidas, no âmbito da responsabilidade social corporativa da empresa em Moçambique, pela Helpo e a Plataforma Makobo, com a assinatura de dois protocolos. A cerimónia decorreu nas instalações do Centro Cultural Português, em Maputo, no dia 23 de Novembro, com a presença de Andy Brown, CEO da Galp, Carlos Almeida, Coordenador Nacional da Helpo, e Ruy Santos, Fundador da Plataforma Makobo. A assinatura dos protocolos foi testemunhada, além da cúpula directiva da Galp e das organizações parceiras, pelo Secretario do Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Francisco André, e pelo Embaixador de Portugal em Moçambique, António Costa Moura.

Na ocasião, Andy Brown justificou a renovação do apoio da Fundação Galp às duas instituições com o trabalho meritório que têm desenvolvido em prol do progresso e bem-estar da população moçambicana. Um desempenho que materializa o compromisso assumido pela empresa de contribuir para o desenvolvimento socioeconómico inclusivo de Moçambique, País onde a Galp se encontra há 64 anos.

O protocolo com a organização não-governamental Helpo respeita à renovação, por mais três anos, da iniciativa “Educar para o Futuro”, implementada pela Helpo com o apoio financeiro da Fundação Galp, através da qual promove, desde 2019, a educação de crianças e jovens em São Tomé e Príncipe e em Moçambique. Para Carlos Almeida, Coordenador de projectos da Helpo em Moçambique, este renovar de confiança significa “mais uma aposta na educação destes jovens. O objectivo da Galp não é pintar sonhos dos jovens em laranja, mas encher os sonhos destes jovens com perspectivas de futuro. Juntos, vamos conseguir”.

Na mesma altura, Andy Brown formalizou a renovação do apoio da Galp à Plataforma Makobo, associação solidária moçambicana responsável pelo projecto “Missão Coração Solidário Cabo Delgado” com epicentro em Pemba, onde se encontra a maioria das famílias deslocadas pela insurgência na Província de Cabo Delgado.

Actuando em quatro frentes – angariação de produtos; apoio alimentar aos mais vulneráveis das populações deslocadas; iniciativas de geração de renda para as famílias deslocadas e de acolhimento; e promoção da comercialização dos produtos locais para dinamizar a economia local e mitigar os impactos do aumento populacional – a Plataforma Makobo contará, por mais um ano, com a colaboração da Galp.

Ruy Santos, fundador e dirigente da Makobo, agradeceu a renovação da confiança, declarando que “este apoio vai permitir-nos chegar ainda mais longe e apoiar a mais famílias, porque os desafios nos terrenos são enormes e os números aumentam diariamente”, declarou.

Na qualidade de anfitrião do evento, o Secretario do Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de Portugal, Francisco André, sublinhou o orgulho, em nome do Estado Português, de testemunhar o contributo de uma das maiores empresas portuguesas para o desenvolvimento de Moçambique, não só através das operações quotidianas no seu sector de actividade, mas também com o seu altruísmo em prol do País irmão.