Fundação Galp constrói biblioteca e três salas de aula na Secundária de Natôa, em Nampula

3 425

- Publicidades -

Alunos e professores da Escola Secundária da comunidade de Natôa, distrito de Rapale, na Província de Nampula, regressaram às aulas com três salas de aulas completamente novas e equipadas com mobiliário robusto e uma biblioteca construída de raiz e apetrechada com materiais escolares, enciclopédias, dicionários, e literatura diversa oferecida por voluntários Galp. Os novos equipamentos, integralmente custeados pela Fundação Galp, vão permitir que cerca de 1700 crianças tenham acesso a uma educação de qualidade e em total segurança, ao garantirem o distanciamento social recomendado em tempos de pandemia da Covid-19. Além disso, a nova biblioteca permite também que os alunos possam prosseguir os seus estudos no Ensino Secundário sem terem de deixar a comunidade de Natôa e percorrerem dezenas de quilómetros para o efeito. As três salas de aula construídas de raiz irão servir alunos desde a 1.ª à 10.ª classe, ao passo que a biblioteca, já equipada e que terá mais livros e computadores doados por voluntários Galp, irá permitir à população estudantil da comunidade de Natôa ter um espaço privilegiado para fazer pesquisas, estudar e preparar os trabalhos de casa. E prosseguir os estudos para lá do Ensino Primário na mesma escola. Uma possibilidade que agrada não só aos alunos, mas também a professores e a toda a Comunidade de Natôa, que deixa de se ver obrigada a mandar os filhos a outras localidades para que possam progredir nos estudos. “Os alunos, para fazer a escola secundária, tinham que ir a Namaita, outros à cidade (de Nampula) e outros alunos nem sequer tinham condições para poderem sair de Natôa, por não terem família em Nampula. A introdução da nova biblioteca, mais as novas salas de aula que foram construídas, impulsionam muito o crescimento da área e permitem o ensino secundário”, refere Horácio Fernando Mulela, docente de Matemática na Escola Secundária de Natôa, afirmando-se “muito agradecido, de coração, ao financiador”, a Fundação Galp. A satisfação com os novos equipamentos construídos pela Fundação Galp que reforçam a Escola de Natôa, agora dotada com o Ensino Secundário, é partilhada por toda a comunidade, como explica Ilda Caximo. “A população também está muito satisfeita porque foi mesmo um caos para os pais de Natôa: os alunos tinham de percorrer grandes distâncias quando saíam do Ensino Primário para o Secundário”, refere. A docente de Língua Portuguesa exalta ainda a importância da biblioteca. “Temos agora uma outra grande mais-valia, a biblioteca, que vai servir muito principalmente para a escola secundária. Muito”, sublinha. “Temos grandes problemas na leitura. Então, com estes livros, vamos exercitar mais a leitura e a escrita por parte dos alunos. Muitos dos que vinham da 8.ª classe tinham graves lacunas, principalmente a Português, pelo que, quando vi que recebemos mais um lote de livros, fiquei muito satisfeita. Tenho pela frente um trabalho bom a realizar”, disse. A construção da biblioteca e das três salas de aulas que vieram beneficiar as instalações da Escola Secundária de Natôa decorreu no âmbito da iniciativa “Educar Para o Futuro”. Implementada pela Fundação Galp em parceria com a Helpo desde 2019, já beneficiou directamente cerca de 3000 estudantes em sete escolas em Nampula (Natôa; salas anexas da Escola Secundária de Namaita; Escola Polivalente São João Batista do Marrere; Escolinha de Micolene; Escolinha de Ilocone; Escolinha de Mahunha; e Escolinha de Munimaca) e duas em Cabo Delgado (Escola Secundária Januário Pedro e EPC de Chinda). Ao longo dos três anos de vigência do Projecto, a escola de Natôa recebe anualmente 50 colecções de manuais escolares para o Ensino Secundário, para usufruto dos professores e alunos, e um apoio na confecção e distribuição de lanche escolar (Projecto Ephawila), duas vezes por semana. Em 2019, na mesma comunidade escolar, 156 alunos do Ensino Secundário (8.ª classe) receberam pela primeira vez bolsas de estudo “Futuro Maior”, mais 200 em 2020 e estão previstas 300 para este ano. A entrega de bolsas de mérito aos alunos corresponde ao apoio no pagamento de propinas, material escolar, manuais escolares, bicicletas e outros recursos importantes para garantir melhor aproveitamento escolar. A Fundação Galp atribui, ainda, bolsas de mérito aos melhores alunos (rapazes e raparigas na mesma proporção) de Natôa, as quais beneficiaram 10 estudantes em 2019, 20 o ano passado e, para este ano, mais 30 serão atribuídas.  São ainda dinamizadas, todos os anos, 10 sessões de educação para a saúde, destinadas aos encarregados de educação e pais dos alunos da escola, abordando temas como a importância da alimentação saudável e dos lanches, como confeccionar papas enriquecidas para evitar problemas relacionados com desnutrição, como tratar parasitoses intestinais e assuntos afins.
3 Comentários
  1. … [Trackback]

    […] Read More on that Topic: revista.negocios.co.mz/fundacao-galp-constroi-biblioteca-e-tres-salas-de-aula-na-secundaria-de-natoa-em-nampula/ […]

  2. Pragmatic Play

    … [Trackback]

    […] Read More Info here on that Topic: revista.negocios.co.mz/fundacao-galp-constroi-biblioteca-e-tres-salas-de-aula-na-secundaria-de-natoa-em-nampula/ […]

  3. … [Trackback]

    […] There you will find 56697 additional Information on that Topic: revista.negocios.co.mz/fundacao-galp-constroi-biblioteca-e-tres-salas-de-aula-na-secundaria-de-natoa-em-nampula/ […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.