FMI concede a Moçambique empréstimo de 309 milhões de dólares

0 61

- Publicidades -


O Fundo Monetário Internacional (FMI) desembolsou 309 milhões de dólares para Moçambique, ao abrigo da Facilidade Rápida de Crédito, para ajudar o país a ultrapassar as necessidades urgentes da balança de pagamentos e fiscais decorrentes da pandemia Covid-19, informou a instituição.


Perturbações significativas estão a surgir nos serviços, transportes, agricultura, indústria e nas comunicações associadas a um péssimo ambiente externo, afectando assim os sectores exportadores como é o caso da extracção mineira.


O director executivo adjunto do FMI, Tao Zhang, disse haver receios de que Moçambique seja afectado significativamente por esta pandemia, realidade que terá impacto na sua recuperação após dois violentos ciclones tropicais.


O apoio financeiro de emergência do FMI no âmbito da Facilidade Rápida do Crédito, associado ao financiamento adicional em donativos, ajudará a catalisar e contribuir para atender as necessidades urgentes da balança de pagamentos do país geradas pela pandemia.


A prioridade imediata das autoridades, segundo Tao Zhang, é limitar o impacto da pandemia e preservar a estabilidade macroeconómica e financeira, através do aumento nas despesas em saúde e medidas destinadas a proteger os mais vulneráveis na sociedade e apoiar as micro, pequenas e médias empresas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.