Economia mundial poderá crescer 3% este ano

649

- Publicidades -

O Fundo Monetário Internacional (FMI) revelou estar ligeiramente mais optimista sobre o crescimento deste ano da economia global e prevê uma taxa de 3%, igual à que também estima para 2024.

Segundo a actualização das projecções económicas divulgadas esta terça-feira, intitulada “resiliência de curto prazo” e “desafios persistentes”, a instituição de Bretton Woods revê em alta de 0,2 pontos percentuais (p.p.) a previsão para este ano em comparação com as projecções de Abril, sem alteração para 2024.

Apesar da ligeira melhoria, alerta para que a previsão para 2023–24 continua “bem abaixo da média anual histórica (2000–19) de 3,8%”.

Segundo o FMI, citado pela Lusa, as economias avançadas continuam a influenciar o abrandamento do crescimento de 2022 a 2023, com a produção industrial mais fraca, bem como factores idiossincráticos, compensada pela actividade de serviços mais forte.

Já nos mercados emergentes e nas economias em desenvolvimento, a perspectiva de crescimento é amplamente estável para 2023 e 2024, embora com mudanças entre as regiões.

O FMI explica que a subida das taxas de referência dos bancos centrais para combater a inflação continua a pesar sobre a actividade económica e espera que a inflação global caia de 8,7% em 2022 para 6,8% em 2023 e 5,2% em 2024.

A inflação subjacente (‘core’) deve cair mais gradualmente e as previsões para a inflação em 2024 foram revistas em alta.